PF Palette

PF Palette – 17/out/13

play

(O post é grande, sorry, mas vocês vao entender que nao tinha outro jeito).

Quem acompanha o blog sabe que eu sempre respondo as dúvidas que vocês me mandam. Pode até demorar um pouco, mas eu sempre respondo. Gosto de dividir o blog com vocês. É muito mais legal quando isso acontece e por isso mesmo criei o Fala Leitora, onde vocês mandam dúvidas, dicas, looks, enfim, vocês mandam lá. Mas já tem alguns meses que ando recebendo emails diferentes das minhas leitoras queridas. Nao sao necessariamente dúvidas, porque nem se quer se trata de emails sobre beleza, mas emails onde elas desabafam comigo, pedem conselhos ou simplesmente, viram em mim uma amiga para conversar.

E olha, eu fico MUITO FELIZ quando abro o meu email e me deparo com emails sobre problemas de relacionamento ou quando me contam qualquer coisa feliz que aconteceu com vocês. Me sinto muito HONRADA quando isso acontece porque demonstra que de alguma forma confiam em mim, que viram em mim uma amiga e isso é um privilégio muito grande já que eu nao conheço vocês pessoalmente.  Entao, antes de ir para o assunto principal deste post, eu quero agradecer mais uma vez à TODAS vocês que me acompanham diariamente, que torcem pelo meu trabalho, que me incentivam, que divulgam o blog para as suas amigas, que me mandam emails carinhosos e até emails sobre a vida de vocês. OBRIGADA por me incluírem no dia a dia de vocês. Isso realmente NAO TEM PREÇO! É de longe, a MELHOR RETRIBUIÇAO que eu posso receber por todo o meu trabalho. MUITO OBRIGADA, DE CORAÇAO!

Agora voltando ao assunto, nestes emails diferentes que ando recebendo de várias mulheres que acompanham o blog (maes, noivas, divorciadas, avós, pessoas com problemas de saúde, pessoas com depressao, grávidas, pessoas com câncer…), independente do assunto principal do email, todas elas tem um problema em comum: como lidar com as complicaçoes do amor, independente deste tipo de amor (de namorado, pais e filhos, casal e etc). E nao seria esse o problema de todas nós também? Da humanidade inteira? Por isso que eu achei importante falar disso aqui. A ideia deste post é conversar com vocês. Aquela típica conversa que você tem no final da tarde, depois do trabalho, com aquela amiga especial que vai te entender, sabe?

Falar de sentimentos sempre foi uma paixao minha. E geralmente, as pessoas que gostam de escrever, ficam mais inspiradas quando estao tristes. É a maneira que encontram de transformar a dor em arte. Falei bonito, heim? Segurem a minha empolgaçao rsrs. Entao, partindo do acordo que fizemos desta aqui ser uma conversa de amigas, vou deixar aqui alguns conselhos que a vida me ensinou. Eu só tenho 31 anos mas já vivi muita coisa, inclusive já fui casada e já me divorciei também (nao, eu nao tenho filhos. AINDA). Entao amores, “ouçam” o que vou dizer com muito carinho pra vocês:

pfpalette17out131. Permita-se ser você, com tudo aquilo que gosta de ser, fazer e que acredita. Renúncia é algo indispensável para um bom relacionamento, mas ser quem se é, também. Cada um de nós só pode viver a própria vida. Mude seus defeitos, mas nao a sua essência.

2. As pessoas nao somem, elas perdem o interesse. Nao cobre e nem implore o amor de quem quer que seja. Amor nao é esmola, amor é sentimento e tem que ser natural. Deixe ir: amizade, namorado, marido, quem quer que seja. Quem quer ficar, faz por merecer.

3. Respeite a solidao do outro. Nao é porque ele te ame, que nao precise de uns momentos sozinho. Você se tornou a pessoa mais importante pra ele mas ainda assim, você nao substitui a necessidade que ele tem de estar submerso nele mesmo. E acredite: você também tem a mesma necessidade.

4. Nao use indiretas. Os homens desconhecem essa linguagem. Quando quiser algo, diga em alto e bom som e com todas as palavras que você conhece. Conversar melhora a comunicaçao e nao gera falsas expectativas.

5. Passado é uma roupa que nao serve mais. No meu processo de mudança, aprendi que nao devo colocar nos ombros de ninguém a responsabilidade de me fazer feliz e por isso, eu tomo sempre alguns cuidados comigo. Jogar fora algumas lembranças que nao quero e nao uso mais é um desses cuidados. Quando estou sem paciência, tiro tudo do meu “armário” e vou jogando no chao. Chega uma hora em que a porta nao fecha mais, sabe? Começo eliminando o que nao tem mais serventia. Eliminar mesmo. Porque aprendi que há coisas que se deterioram tanto com o tempo que doá-las a alguém nao pode ser visto como caridade. É preferível dar algo novo, sem passado. Já até falei isso em outra PF Palette.

6. Nao se acomode, seja em situaçoes boas ou ruins. Nao importa o tipo de situaçao, ela vai mudar. Sempre. A mudança e a morte sao as únicas certezas que a gente tem. Aceite correr riscos. 

7. Aceite que você é totalmente dispensável. Passamos a vida nos desgastando, tentando provar que somos os melhores do mundo para quem amamos e com isso perdemos a beleza do presente. O medo nos torna incapazes de vivermos a gratuidade da vida. Cada pessoa é única e exclusivamente dela mesma. Podemos perder roupas, sapatos, documentos, porém jamais podemos perder uma pessoa.

8. Nao perca a sua dignidade. Você é digna por permitir se expor mas talvez, a mais explícita das dignidades, seja saber sair de cena. Sim, sair de cena batalhando até o último minuto por manter a sua história viva. Parece frase de livro, mas na verdade é atitude para poucos. Quando a história de alguém termina, na verdade ela começa para outros.

9. Menos impulsividade e mais cabeça fresca. Muitas vezes, é melhor ser feliz do que ter razao.

10. Nao se divorcie dos seus amigos. Coisa chata e triste é quem abandona os amigos para viver um amor. Todo mundo sabe, mas nao custa repetir: os amores se vao, os amigos ficam.

11. Seja flexível com você. Amiga, deu errado agora? Então deu errado agora. Ponto. Se não soubermos andar com flexibilidade vamos enfartar. Transforme as frustraçoes em realizaçoes.

12. Sinceridade nao significa falta de tato. As palavras magoam e uma vez ditas, nao podem voltar. Tem gente que se orgulha de ser “muito sincero” de “dizer tudo o que pensa”. Isso nao deve ser motivo de orgulho pra ninguém. Apenas se orgulhe se conseguir dizer o que pensa sem destruir emocionalmente quem está escutando. Pense mil vezes antes de falar porque uma crítica pode nao deixar a pessoa feliz mas nao precisa “acabar” com ela.

13. “Ele gosta de mim mas nao sabe lidar com isso.” Amiga, eu também já precisei acreditar nisso mas a verdade é que se ele nao vai até você é porque você ainda nao é uma prioridade. Aceita que dói menos.

14. Confie no pacto que fizeram um ao outro. Ciúmes nao leva ninguém a lugar nenhum e insistir nele, só vai destruir a sua relaçao. Pode ser que um dia tudo acabe e que você se martirize pensando: “tá vendo? eu tinha razao pra ter ciúmes”, mas até lá, confie no pacto que fizeram ou ficará insustentável.

15. Seja e namore uma pessoa real. Essa coisa de príncipe encantado nao está com nada. Pessoas reais – com defeitos, preguiça, mal humor – sao muito mais interessantes e vivem histórias de amor incríveis!

16. Procure ter uma relaçao legal com a família dele. Se desde o namoro você conseguiu ter uma relaçao maravilhosa com a família dele, parabéns, gata! Você é uma heroína! Mas se nao aconteceu, nao pressione o seu namorado a ponto dele ter que escolher entre a família dele e você. Conviva com eles até onde der. Mas se decidir casar, tente resolver a situaçao para que ao menos tenham um clima amigável. Você pode escolher nao conviver com a sua sogra mas nao pode impedir que ela seja pra sempre a avó dos seus filhos. Pense nisso.

17. Quem casa, quer casa. Conselho do tempo da minha avó, mas ainda é muito válido. Nao more com os pais dele e nao leve sua mae para morar com vocês. Isso nunca vai dar certo. Se vocês se amam muito, nao suportam mais a ideia de nao morarem juntos mas nao possuem condiçoes de morarem sozinhos, nao deem esse passo. É melhor ser um casal “só love” em casas separadas, do que um “campo minado” morando com todo mundo.

18. Nao use as redes sociais para descontar o seu “recalque”. Todo mundo tem o direito de se revoltar com uma traiçao ou de sentir aquela dor de cotovelo quando um ex assumiu um novo amor, mas nao jogue o seu recalque nas redes sociais. A única desmoralizada é você. Também nao saia publicando por aí que a sua vida está demais, que nunca esteve tao feliz. Isso soa mais falso que promessa política. Aceite o fim em silêncio e de cabeça erguida.

19. Nao aceite falta de respeito. Violência física é crime e deve ser denunciada. O que começa com um puxao de cabelo ou um empurraozinho, nao demora muito a se tornar um olho roxo. Relacionamentos assim mostram total falta de respeito e nao possuem a menor condiçao de continuarem. Nao existe nada em uma relaçao assim que compense o medo, a dor e a depressao. E nao pense 2x: chame a polícia.

20. Cada um dá o que tem. O outro pode até melhorar a maneira de demonstrar, mas oferecer o que nao sente, é impossível.

21. Saiba se virar: estude, trabalhe, tenha como se sustentar. Maridos ricos também morrem.

22. Sua vida nao é um rascunho. De uma vez por todas, entenda: o cara que diz que nao está preparado para compromisso sério, nao quer nada com você mas logo logo vai querer com outro alguém. E aquele cara que nao te ama mas que você colocou na sua cabeça que ele vai te amar, só porque você é incrível pra ele; nunca vai acontecer tá? Ninguém recebe uma “promoçao” do tipo: “você é a mulher do mês e por isso ganhou meu amor como prêmio”. Amiga, sua vida nao é rascunho pra você achar que um dia vai dar tempo de passar a limpo.

23. Se ame intensamente e reserve tempo para passar com você. Quem nao é uma boa companhia para si mesmo, nao poderá ser para os outros. E relaxa: o amor acontece quando a gente menos espera.

24. Viva o luto do relacionamento. Você nao vai conseguir superar o fim se der uma de mulher maravilha e ficar nessa de que nao pode sofrer, nao pode chorar e nao pode afogar as mágoas no chocolate. O primeiro passo para virar a página, é colocar um fim no que acabou e você só consegue isso quando resolve tudo muito bem, aí dentro de você.

25. Faça questao de por um ponto final. Nao tem coisa pior do que casos inacabados. Aquela sensaçao ruim de nao saber se acabou mesmo ou nao. Tem gente que passa anos com essa sensaçao e nao consegue viver nada igual depois disso. É como se ainda estivesse preso a alguém que nao está mais lá, simplesmente porque as coisas nao ficaram claras o suficientes. Ahhhh, nem!

26. Se o seu relacionamento está ruim, faça tudo para melhorar mas nao abrace o problema como se fosse apenas seu. Em outras palavras: Mulheres: nao amem por 2, nao vivam o relacionamento por 2, nao queiram modificar aquilo que somente duas pessoas podem mudar. Nao aceitem relacionamentos ruins. Ou mudam os dois ou cada um muda para a sua casa.

27. Ame profundamente. Nada é mais bonito e nada vale mais a pena. Nao se permita terminar o dia sem dizer “eu te amo”, sem demonstrar principalmente e sem valorizar quem você tem. Pessoas sao os melhores presentes que alguém pode ganhar,

Espero que tenham gostado e mais uma vez, amores, MUITO OBRIGADA PELA CONFIANÇA E CARINHO!

Bom dia!

*Imagem: Acervo Pessoal.

disclaimer_pfpalette

6 pensamentos sobre “PF Palette – 17/out/13

  1. Vou levar pra minha vida, sempre. Como sempre levei você e tudo o que sempre ouvi de você, Fê. Beijos, aos baldes, aos litros!!! 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s